Feira Erótica Rio de Janeiro

Não importa se é acompanhante, mulheres casadas, homossexuais, heterossexuais, todos nós estamos envolvidos com o 'cosmo sexual', com esse mundo 'tabu' que algumas pessoas por atitudes explícitas, querem até deixar claro que não fazem parte, mas sabemos que fazem, que o sexo é essencial para a saúde, para a reprodução das espécies, para a psiquê, entre outras coisas. Dentro das nossas relações sexuais, algumas para cumprir tabela e outras para obter prazer, gostamos de usar objetos, brinquedos, saber novas técnicas, aprender a utilizar melhor as mãos, os dedos, a vagina, o pênis e até mesmo o braço, rs. Gostamos de inovar e precisamos de uma ferramenta que nos proporcione tais novidades e aprendizagens promíscuas, é justamente nesse exato momento que surge a procura pelas feiras eróticas. Este ano é o marco da imagem do mercado erótico, mesmo sendo essa loucura de eleições, copa, etc. No total, quatro grandes feiras eróticas num mesmo ano, aqui no Brasil.

O mercado do sexo, tanto para a procura por garotas, quanto pelos produtos, é algo de gigantesca proporção e a tendência é um aumento ainda mais significativo. Segundo a ABEME - Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual, no último ano, o mercado erótico cresceu cerca de 15%, se comparado ao ano anterior. A comercialização de produtos eróticos no Brasil aumentou 16% em relação ao ano passado. Os produtos importados supõem 65% do consumo total, dado que implica uma maior inclinação do público brasileiro pelos produtos nacionais. Antes, as importações representavam 80% das vendas, o setor erótico movimenta no Brasil, aproximadamente, R$ 1 bilhão. As empresas estão inovando e produzindo produtos inusitados, conquistando mercado, eu quis dizer, mais mercado, porque o Brasil, atualmente possui a quarta feira erótica mais visitada do mundo e a primeira da América Latina, estes são indicadores de que o consumo de produtos eróticos continua em alta no país. Para as feiras eróticas, o caminho agora é descobrir como tornar a idéia duradoura e sustentável. Natural, mercado erótico é como os outros mercados: precisa de planejamento, estratégia, visão de negócio. Assim teremos além de grandes idéias, produtos e serviços que assegurem cada vez mais uma sexualidade saudável.

A Erótika Fair, lançada em 1997 pelo promotor de eventos Evaldo Shiroma, é atualmente a maior feira erótica do Brasil, possuindo um ciclo de seminários que explora as novas tendências do setor, a apresentação de novidades e espetáculos eróticos ao vivo. É claro que com tantas novidades você não vai ficar em casa no 'arroz-com-feijão', não é? Vamos inovar.

E para os que curtiram a matéria e gostam de erotismo de modo geral, pode construir um roteiro de viagem todo dedicado ao tema, basta seguir a trilha do 10 maiores Festivais Eróticos do mundo, onde o sexo é o grande protagonista. A lista foi feita pela AskMen, a famosa revista online.

Segundo a revista, o melhor de todos os festivais é o Exotic Erotic Ball, que acontece na Califórnia. No segundo lugar, fica a Erotica, em Londres, a feira é feita por mais de 200 lojinhas e mais shows temáticos, digamos assim.

Para a medalha de bronze, voltamos para São Francisco onde acontece a feira de Folsom Street, dedicada aos amantes da pele. E a lista continua…

Uma ótima viagem…


Feira Erótica - Autora: Acompanhante SOL

Newsletter Brasil Lovers

Cadastre-se e seja o primeiro a saber sobre nossas novidades.

Brasillovers Nas Redes