Preserve sua saúde: use camisinha!

Ah, o carnaval! Muitos pulam, cantam, se divertem mesmo, como se não houvesse amanhã, mas sempre há e ai é que mora o perigo. O dia seguinte, o arrependimento, o “day after” que você reflete sobre a validade de tamanha irresponsabilidade. O sexo é algo fisiológico, necessário e que ninguém deixará de fazer, mas é preciso saber que a vida não acaba depois do carnaval ou depois daquela festa maneira que você vai num fim de semana comum.

E se você acha que só existe a Aids, é preciso saber que DST é muito mais do que isso. São diversas doenças, muitas privações! O ano é extenso e se preservar não é opcional. Você não vai deixar de frequentar locais interessantes, com pessoas igualmente interessantes e que também podem estar ávidas por sexo. E é por isso que a proteção tem de ser constante. Afinal, nenhuma pessoa vem com letreiro para identificar se há uma bomba relógio por trás daquele par de coxas, ou braços fortes.

DSTs causam dor e privações

Além do HIV, que é o vírus da Aids, existem doenças como o HPV que é o causador de câncer de colo de útero, gonorreia, sífilis e mais um punhado de doenças. Para entendermos a gravidade do que estamos falando, para o HPV nem a camisinha é certeza de total proteção. Isso acontece por conta da fácil proliferação do papiloma vírus que se difunde por qualquer fluido e como a base do pênis, normalmente fica descoberta, a chance de transmissão não é zerada. Entretanto, reduz muito. Agora imagine se você deixasse a camisinha no bolso? Doenças como a gonorreia podem causar dores e deixar o indivíduo sem a possibilidade de transar por longos períodos, afinal, além da aparência muito ruim, a dor causada impede o toque. A sífilis, entre outros sintomas, pode causar feridas nos órgãos sexuais e até mesmo queda de cabelo. Além disso, existem outras doenças que vem pelo ato sexual como a hepatite.

Momento ainda pode reservar uma responsabilidade eterna

Além das doenças, naturalmente não se descarta a possibilidade de filho. Afinal, quem transa sem camisinha está suscetível a qualquer um dos dramas acima. E pense, quantos minutos dura uma transa? Será que vale à pena tanta exposição? É bom demais transar, se envolver com uma pessoa na cama, ou mesmo apenas sentir prazer, mas é preciso entender que existe outros dias, outras vezes, outros momentos e você precisa da sua saúde para viver tudo.

Curta sua vida, namore, transe, sinta, promova a felicidade. Beba, coma, se divirta, mas lembre-se que a sua vida vai prosseguir no dia seguinte e que além da ressaca física, você poderá viver a ressaca moral e essa sim te deixa pensativo por longos momentos e isso pode não ser a melhor opção! O Brasil Lovers apoia o amor com responsabilidade. Assim, você ama sempre e sem medo!

Newsletter Brasil Lovers

Cadastre-se e seja o primeiro a saber sobre nossas novidades.

Brasillovers Nas Redes