Uma experiência fantástica

Muitos pensam que  é extremamente difícil  rolar química  e uma certa afetividade nos programas, e ao contrário do que muitos pensam,  isso acontece com uma certa frequência.

Puxa! somos seres mortais, pele e osso, nervos, sensações, um grande infinito particular,  todavia, somos  boas profissionais, sabemos exatamente como dosar isso ao ponto de vista masculino,  para que não haja nenhuma confusão na relação acompanhante x cliente.

Como de costume, atendo meus clientes em meu ambiente no Sudoeste, ambiente agradável e receptivo, por esse motivo, dificilmente saio de casa.  Isso acontece apenas quando o cliente realmente não quer ir ao ambiente, me solicita em um hotel ou motel e oferece é claro,  um cachê mais gordinho e apetitoso.

Em uma dessa solicitações, um cliente pediu que eu o encontrasse em um motel das redondezas, disse que não gostaria de se expor em ambientes, que era discreto e preferia encontrar comigo em um local mais isolado. A palavra 'isolado' me deixou muito curiosa.

Fui ao encontro, ansiosa pelo programa e pelo cachê de R$ 350 oral e vaginal no período de 1 hora. 
Quando entrei no quarto do motel ele já estava deitado na cama, de cueca branca e aquilo me deixou instantaneamente tarada. Ele tinha cara de safado, sem falar que era gostoso e charmoso. Fui cumprimentando, tirando a minha roupa e olhando fixamente pra ele.

Ou eu estava muito carente ou ele conseguiu realmente arrepiar todos os poucos fios de cabelo que tenho no corpo. Ele me beijou dos pés à cabeça, que loucura!. Eu me deixei levar, adorando aquele corpo gostoso e cheiroso perto do meu. As mãos dele sabiam me deixar louca.

Ele atingia exatamente os pontos vitais do meu desejo. Era voraz e cuidadoso ao mesmo tempo.
Ele me deitou na cama e começou novamente a beijar meu corpo, foi chegando perto do centro do meu desejo e passou a língua bem devagar, em círculos, me deixando com os pés fora do chão. Eu não sabia se pedia para parar porque eu estava louca de desejo ou se eu pedia para continuar porque eu queria gozar na língua dele. Até que ele parou e tirou a cueca. Eu fiquei alí,  com a boca aberta, querendo mais. Eu fiquei completamente perturbada com aquele língua dentro do meu corpo.

O pau dele mais parecia um troféu de tão bonito. Só para deixar claro que sou uma verdadeira adoradora de pau bonito, depilado, cheiroso e viril. O dele era tudo isso. Não tive outra atitude, comecei a passar a língua bem gostoso, ele gemia alto, safado, gostoso e eu adorei aquele gemido dele. Quando ele não aguentava mais, colocou a camisinha e me colocou de quatro. Era homem, dominador, tinha pegada, sabia me tocar. Começou a  me penetrar bem gostoso, primeiro devagar, depois forte e mais forte, foi sensacional.

Ele gemia feito louco, segurava minha cintura e continuava a penetrar. Me colocou de pé perto do espelho, em cima da mesinha, qualquer lugar que ele me colocava era ideal, estava muito bom.  Quando nos deitamos na cama, ele pediu que eu deitasse em cima dele, bem coladinho. Começou a me beijar e penetrar, nesse instante começamos  a gozar feito loucos. Foi bom para ambas as partes. Eu não sabia onde colocar  meu sorriso de tão saciada. Estava sem forças.

Ele é cliente fixo agora, uma pessoa adorável.

Newsletter Brasil Lovers

Cadastre-se e seja o primeiro a saber sobre nossas novidades.

Brasillovers Nas Redes